Style Switcher

Layout options
  • Boxed Layout
  • Full Width Layout
Primary Color

Rua Benjamin Constant, 213 - Centro - Petrópolis/RJ

24 2244-4012

A falta de jardineiros

 


A falta de jardineiros

Prof. Márcio Luiz Ewald – (prof. de filosofia e sociologia no CAucp)

Temos hoje uma crise de verdadeiros líderes positivos. Os maus exemplos estão tão evidentes e sempre visualizados, que, parecem ser os únicos existentes. Começo este texto tentando mostrar minha tese de que: os bons exemplos são bem maiores, mas, estão ofuscados, escondidos por essa sombra de podemos dizer: “maldades”.

Aprendemos e ensinamos, mais por exemplos do que por palavras. Usamos sim, as palavras para arrastarmos com os exemplos, mas, o determinante são as coisas que mostramos. E o que vemos mais hoje? Todos os dias e a todo o instante? Pense um pouco!

Agora vá no youtube e digite a palavra Bom exemplo, no local das buscas. Você verá excelentes vídeos motivacionais, projetos, exemplos e tantas outras coisas que você tem de procurar, isso mesmo, procurar, pois como diz o texto bíblico: “não vos canseis de fazer o bem” em 2 Tes 3,13. Aqui está um segredo: fazer o bem é trabalhoso, pois é uma construção enquanto que a repetição da negatividade é apenas: não fazer nada, deixando que nossa natureza não se cultive. Por exemplo: você já deixou aquele seu lindo jardim sem cuidado por um mês somente. O que acontece? E se você o abandonar durante um ano inteiro, o que vai acontecer? Aqueles lindos gramados, flores e plantas será invadido por uma floresta de mato e ervas daninhas. E você plantou eles lá? Não! Eles estavam ali, esperando a oportunidade da falta de cuidado para: crescer e aparecer. Leia Mt 13,24-30 e você encontrará um texto bíblico antigo, A parábola do joio e do trigo, que ilustra bem essa atitude que podemos relacionar com o cuidado com a gente e com os outros. O que você está plantando e o que você está cuidando?

A nossa crise ética hoje deixa revelado que estamos com falta de jardineiros. Temos aplicativos, vídeos, programas, tecnologia e todas as ferramentas para cultivar o jardim, mas, onde estará o jardineiro que vai fazer este serviço? Ou melhor, você está aprendendo a cultivar o jardim de sua existência? Sim! Cada um de nós tem de aprender ou reaprender a cultivar seu canteiro, seu jardim e sua vida! Olhe mais para o seu interior, tão abafado pelo joio que não mostra mais a beleza das flores. Elas estão lá, esperando o momento de aparecerem. Você, jardineiro, já olhou suas sementes, hoje?

E seu jardim não está sozinho, pois ao seu lado estão outros jardins e nesta floresta, podemos ser sufocados, mesmo com nosso canteiro limpinho, pois ao seu lado pode ter mais joio que trigo, mais mato que flores, mais mal do que bem. Mesmo sozinho você precisa do outro e da outra. Somos comunidade humana e nossa tarefa deve ser ajudar o outro a ver o seu jardim, mostrando como o seu está bonito e o que você fez para deixa-lo assim desse jeito.

Procure um filme chamado: “O segredo da felicidade” e se inspire a pensar de maneira coletiva, de maneira solidária, pois a felicidade sozinha vai trazer satisfação pessoal, mas, e o outro? Ele também tem esse direito e quer essa satisfação. Procure fazer o gesto de quem quer ver o bairro florido e não apenas o seu quintal. A felicidade não deve ser fato isolado, apenas, mas ela depende de um pensamento coletivo para ser verdadeira, caso contrário é gozo pessoal apenas e esse prazer passa logo.

 

Se inspire e leve multidões com você com o seu bom exemplo, sua presença e sua sabedoria. Você sabe muito e deve mostrar isso, pois, senão o fizer outros o farão, talvez de forma negativa, improdutiva, ideológica e como resultado: descontentamento e desesperança e tudo parece que está para terminar, sem solução, sem futuro. Comece em casa, com os que estão ao seu redor e você poderá contaminar a todos. Cultive o seu jardim e vá educando ao seu filho ou filha, marido ou esposa, amigo ou amiga e a você mesmo (a) que o jardim precisa de cuidado, mas, cada um tem de aprender a mexer no seu quintal da vida e da pessoa: a personalidade. Cultive suas virtudes e seu caráter. Vou te dizer que esse é um dos segredos da felicidade. Aproveite agora e olhe o seu jardim!

 

Colégio de Aplicação da UCP

Rua Benjamin Constant, 213 - Centro - Petrópolis/RJ

por telefone: (24) 2244-4012

por e-mail: aplicacao@ucp.br

Aplicação Mobile

Agora o Colégio de Aplicação da UCP conta com um aplicativo para smartphones e tablets para aproximar ainda mais alunos e pais do Colégio. É o CAUCP na palma da sua mão. Disponível em breve para Android e iOS.

Ouvidoria Aplicação

Se você deseja manifestar opiniões, sugestões, reclamações ou elogios, utilize este canal de comunicação. A sua contribuição é muito importante, pois nos permite aprimorar constantemente a qualidade de nossos serviços.